Aceleração

O conceito cinemático de aceleração é muito simples. A aceleração representa a alteração de velocidade. E isto significa não apenas a alteração da magnitude da velocidade mas também da sua direção.

O conceito mecânico de aceleração é mais complexo. Está ligado ao conceito de força através do conceito de massa inercial. A força, por sua vez, está ligada ao conceito de trabalho e este ao de energia. Basicamente: a transferência de energia entre dois corpos físicos provoca a produção de  trabalho em um e a realização de trabalho pelo outro. A energia do corpo sobre o qual é a realizado o trabalho aumenta e isso leva a velocidade a aumentar, produzindo aceleração.  Ou seja, força provoca a aceleração que é a alteração da velocidade.

Contudo o inverso é também verdade. Alteração da velocidade produz força.

Estou certo que os condutores de ônibus de São Paulo são sabem disto, mas cada vez que eles pisão o freio ou o acelerador eles provocam um movimento dos passageiros. E quanto mais brusco o pisar, mas brusca a alteração do movimento. Tanto que o passageiro pode ser projetado além da sua vontade … isso é verdade, já vi acontecer, e prova que a física não é nenhuma mentira.

O ser humano está submetido constantemente à aceleração da força de gravidade, embora ele não note, pois é “construído” para não se dar conta que é submetido à aceleração da gravidade constantemente. Digamos que ele é sensível à mudança de aceleração e porque a aceleração da gravidade é sempre a mesma, não damos por ela, ou estamos, de alguma forma preparados para não nos darmos conta disso (outros seres vivos estão, como as plantas, que crescem para cima porque é o sentido oposto ao da aceleração).

Felizmente o que Deus não nos deu em sentidos nos deu em inteligência e somos capazes de criar aparelhos que medem a aceleração, os acelerômetros.  Acelerômetros, hoje em dia são corriqueiros. São eles que lhe permitem jogar no seu console apenas com movimentos , ou que a tela do seu handlet ou laptop se reposicione conforme a inclinação que dá ao aparelho.  Simples e divertido. Só possível porque tudo na Terra está submetido a uma aceleração constante todo o tempo, em todo o lugar.

A aceleração tem ainda uma outra relação com o seu humano. Quando um ser humano é submetido a acelerações muito diferentes que a da gravidade ( 9,8 m/s2) ele sente-se mal. Tão mal ao ponto de vomitar, desmaiar e até morrer.  É por isso que a aceleração está intimamente ligada ao conforto dos passageiros em qualquer transporte. Aviões têm que ganhar muita velocidade para poderem levantar voo, mas não a podem ganhar muito depressa porque isso seria equivalente a uma aceleração forte demais para um ser humano comum (por isso que a lista é longa e ha regras para quanto um avião pode acelerar). Pilotos e Astronautas são treinados para serem capazes de suportar acelerações maiores que um ser humano comum, sem passarem mal.

É claro que, alheios à qualidade do transporte urbano, as empresas de ônibus de São Paulo não instruem os seus condutores a terem cuidado com o nível de aceleração do veículo, já que isso é diretamente proporcional ao conforto do passageiro, e este ao nível de satisfação. Em uma sociedade civilizada não seria necessário dizer, mas em uma em que os condutores dirigem descalços é bom lembrar que o passageiro é um ser humano que sofre com a aceleração extrema do veículo. São pessoas que estão sendo transportadas, não plantas.

Talvez a prefeitura queira instalar acelerômetros nos ônibus e não repassar o valor da passagem por infrações à qualidade, tal como acontece na aviação. Acelerômetros são baratos, até os celulares os têm hoje em dia, então não há desculpa para esta falta de cuidado.

Hum… já agora, é por causa da aceleração que é preciso usar cinto de segurança. É porque se o veículo travar de repente (e quanto mais de repente, maior a aceleração) uma aceleração do seu corpo irá acontecer e você será projetado para fora do veículo através do parabrisa.

Tome cuidado, não acelere.

Anúncios

2 opiniões sobre “Aceleração”

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s