Língua Portuguesa

Um dos requisitos para qualquer profissão e até para a vida do dia-a-dia é saber falar português. Saber falar não significa apenas construir frases e dizê-las mas sobretudo entender as frases dos outros. O português junto com a matemática (duas formas de linguagem), são as ferramentas básicas para se comunicar no seu dia-a-dia e no trabalho.

Infelizmente muitos não têm cuidado com o que falam, nem com o que os outros falam. Pior que isso, não parecem interessados em aprender. É como se fazer certo fosse um vergonha. Isso é absurdo.

Um dos principais erros é a utilização errada da crase. A crase é a concatenação de dois sons “a” juntos. Por exemplo: “Eu vou ao cinema” , “Eu vou à feira”. “Ao” e “à” são originados da concatenação da preposição “a” que expressa localização e do artigo definido que precede o local. Para locais do gênero masculino como “cinema” o artigo definido é “o”. A concatenação do “a” com o “o” cria o “ao”. Para locais do gênero feminino como “feira” o artigo definido é “a”. A concatenação do “a” com o “a” criaria um “aa” que se escreve como “à”.

O “à” se confunde também muito com a conjunção do verbo haver: há. O verbo haver significa que algo existe ou existiu. “À” é apenas um grafismo especial para “aa”. “Há muito tempo que não te vejo”. Aqui se usa o verbo haver porque podemos escrever “Existe muito tempo que não te vejo” É feio, mas faz sentido.

Um outro uso errado de “à” é na escrita de intervalos: ” Aberto de segunda a sexta” , ” Aberto de segunda a sábado”. Sábado é masculino e sexta é feminino, se fosse correto usar “à” na primeira frase, deveria ser também correto usar “ao” na segunda; que não é verdade. Quando se especifica um intervalo, não se utiliza “à”.

O português falado é muito mais fluido que o escrito. Isso faz as pessoas incorrerem em certos erros. Por exemplo, quando queremos dizer que uma coisa não é relacionada a outra dizemos que “Isso não tem nada a haver”. Esta é a forma correta de escrever a expressão. Contudo, pronunciamos assim: “Isso não tem nad’à ‘ver” Ou seja, juntamos os três sons “a” das palavras “nada” , “a” e “haver” e pronunciamos como um só.

Isso é aceitável na lingua falada, mas não na escrita. Ou seja, escrever “Isso não tem nada à ver ” é errado, tal como qualquer outra combinação. O mesmo é válido para a expressão “Tudo a haver”.

Algo que é particularmente doloroso é uso do pronome “mim” no lugar errado. Por exemplo, “para mim fazer”. Isso é tão errado que não tenho como expressar o quanto é errado. É impossivel convencer alguém de que você sabe português se você usa essa construção. É uma daquelas de que deveria se ter vergonha em usar.

A frase correta seria “para eu fazer” ou apenas “para fazer”. Outro exemplo:

Errado: “Tive que voltar a casa para buscar a minha carteira para que mim poder ir à feira”

Certo :”Tive que voltar a casa para buscar a minha carteira para que eu pudesse ir à feira” ou “Tive que voltar a casa para buscar a minha carteira para que pudesse ir à feira”.

Quando já utilizámos o pronome “eu” na frase ou já conjugámos o vebo principal na primeira pessoa, então não ha porque usar o pronome depois. O pronome é apenas necessário quando não utilizámos ainda a primeira pessoa, ou quando esclarecer a quem nos estamos referindo, por exemplo:

“Ele teve que voltar a casa para entregar a minha carteira para que eu pudesse ir à feira”

Aqui, se você não colocar o eu, não fica claro quem tem que ir à feita. Compare com:

“Ele teve que voltar a casa para entregar a minha carteira para que pudesse ir à feira”

Se você incorre em alguns destes erros espero que agora, consciente deles, se esforce para não os cometer.

Não ha nada errado em falar português corretamente.

Anúncios

2 opiniões sobre “Língua Portuguesa”

  1. Isso também me incomoda bastante. Mas a pior na minha opinião é: “tu pega”, “tu vai”, “tu faz” etc .

  2. Só de pensar como iremos falar fica complicado, quando há uma pessoa que diz ” tinha falo” pra Homem fica chato pensam que ele tirou , e pra Mulher é pior AINDA.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s